Engajamento é a receita da crise

Nós sempre sugerimos aos nossos clientes que os líderes sejam envolvidos no processo de comunicação. O papel da liderança é mais profundo do que se pensa e é a partir desse personagem que acontece todo o cascateamento de informações na empresa. Com o adicional do sentimento que é passado na troca de informações. O líder é um canal de comunicação muito mais importante. A partir dele você pode disseminar a cultura, fazer avaliações, conhecer opiniões, ter um termômetro da comunicação interna, reconhecer e indicar seus colaboradores para oportunidades de novos cargos, enfim. Muito comum usarmos como call to action das nossas peças: «fale com seu líder e saiba mais sobre a campanha».


Fazer pesquisas de opinião para medir o clima organizacional. Quanto melhor as pessoas se sentirem mais elas produzirão. Para isso é preciso saber como as pessoas se sentem e o quanto estão motivadas. Você pode trabalhar com formulários de múltipla escolha ou com perguntas e respostas, onde os colaboradores se mantenham anônimos, assim eles se sentem mais à vontade para expor suas ideias. Depois, avalie o que a empresa pode fazer para melhorar a satisfação deles. Tanto para fortalecer o vínculo emocional das pessoas com a empresa, quanto para promover o trabalho em equipe, é muito interessante promover eventos para a comunidade interna. Não espere a festa de final de ano para reunir as equipes. Vá além: planeje um calendário de eventos para o ano. Aproveite para inserir nestes encontros o discurso da marca, reforçar o compromisso da empresa com seus funcionários e incentivar a integração. Esses eventos possibilitam REALIZAR na PRÁTICA esses valores.


Oferecer conhecimento também é uma excelente forma de criar vínculo emocional entre a empresa e seus colaboradores. Traga especialistas em assuntos que você considere importante que as pessoas estejam atualizadas – converse com as lideranças sobre dicas de cursos e palestras. Um encontro no Dia da Mulher a respeito do novo papel da mulher na sociedade com distribuição de brindes e fotos, troca de experiências, mudança de look e novas ideias pode ser uma oportunidade de engajamento. Sabemos hoje que 50% da motivação é inerente ao ser humano. Os outros 50% são extrínsecos. E passamos muito tempo no trabalho precisando ser motivados constantemente para mudarmos a forma de atuação dentro da empresa. Estando felizes, temos uma relação melhor com o mundo. Assim reduzimos as faltas, o funcionário adoece menos, a rádio peão também perde força e consequentemente os sindicatos são menos alimentados pelas insatisfações dos colaboradores.


Letreiro desenvolvido pela agência Nova Café para a celebração do GPTW da Kordsa

Quando fizemos esse evento do dia da Mulher em um cliente, houve um movimento muito natural de selfies e compartilhamento nas redes sociais. Esse tipo de comportamento ajuda as empresas que possuem uma relação saudável com seus colaboradores a demonstrarem sua reputação, levando a marca a um outro patamar que reflete no cliente, no mercado e nas famílias dos colaboradores. É o reflexo do orgulho. Ai você vê o funcionário com a camisa da empresa, cantando o jingle, mostrando à família e pedindo para curtir suas fotos. E quando uma empresa tem uma boa reputação, ela pode passar por crises com mais chance de sair delas com sucesso.

44 visualizações